Nuno Borges em crescendo apura-se para as meias-finais do Maia Open

MAIA — Embalado pelo título que conquistou em Antália no último domingo, Nuno Borges (228.º classificado no ranking ATP) continua a somar vitórias e esta sexta-feira qualificou-se para as meias-finais de singulares do Maia Open I ao vencer o segundo cabeça de série, Kimmer Coppejans (205.º), por 6-4 e 7-6(4).

A jogar em casa, o maiato de 24 anos voltou a contar com a adesão do público e desenhou a vitória em 1h39, mas o encontro até poderia ter sido resolvido mais cedo: tal como na primeira partida, que decidiu com uma quebra de serviço (ao 3-3), Borges também liderou a segunda (novamente com um break ao 3-3).

No entanto, Coppejans — que cedeu pela primeira vez o serviço esta sexta-feira, depois de duas vitórias de sentido único — não desistiu, aproveitou um desleixo do português e aproveitou o primeiro e único ponto de break que criou para reentrar na decisão do duelo. Chegado o tie-break, Borges voltou a ditar o rumo dos acontecimentos com o seu ténis agressivo e conseguiu fazer a diferença para seguir em frente.

Já com oito triunfos consecutivos em singulares, Nuno Borges procurará o nono diante de Geoffrey Blancaneaux, que no início do dia beneficiou da desistência de Gastão Elias devido a uma lesão no ombro direito.

Uma vitória sobre o tenista francês significaria um segundo apuramento consecutivo para finais de singulares de torneios Challenger (sendo esta a mais importante) e a ascensão ao 201.º lugar do ranking ATP. Para já, o 210.º lugar está garantido (há semana e meia era 256.º) — e por consequente também o inédito estatuto de número três nacional, só atrás de João Sousa e Pedro Sousa.

Última atualização às 16h52.


Total
24
Shares
Total
24
Share