Pedro Sousa apurado para os Jogos Olímpicos: “Era um grande objetivo, estou contente e aliviado”

Sara Falcão/FPT

Pedro Sousa recebeu esta quarta-feira a confirmação do apuramento para os Jogos Olímpicos de Tóquio, uma notícia que permite ao tenista lisboeta de 33 anos concretizar um sonho de criança já no próximo mês de julho e adicionar mais um marco a uma carreira que nos últimos anos tem atingido patamares históricos.

Em declarações ao Raquetc, o jogador do Centro de Alto Rendimento da Federação Portuguesa de Ténis reconheceu que “era um grande objetivo que tinha para a minha carreira já alguns anos e que esteve bastante presente sobretudo desde que o ranking começou a contar [para a qualificação olímpica], primeiro em 2020 e depois para 2021, devido à pandemia.”

“Estou muito contente por ter conseguido qualificar-me e por ter a oportunidade de participar nuns Jogos Olímpicos e também por este stress ter acabado”, acrescentou Pedro Sousa, que se tornou no primeiro tenista português a garantir uma vaga em Tóquio.

Apesar de não estar a viver um ano de grandes resultados, o número dois nacional e 121 ATP (foi ultrapassado por João Sousa na atualização de segunda-feira) tem conseguido atingir metas históricas em 2021: primeiro ao disputar pela primeira vez o quadro principal de um ATP Masters 1000, em Miami, depois ao ver confirmada a entrada direta no quadro principal de Wimbledon e, agora, ao ser-lhe confirmada a participação nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

“É estranho, porque está a ser um ano em que parece que me corre tudo mal, mas depois estou a conseguir estas estreias que são, sem dúvida, momentos altos. Vou tentar aproveitar ao máximo e desfrutar enquanto posso”, concluiu Pedro Sousa, que será o sétimo tenista português da história a ir a jogo numa competição límpica.

Total
27
Shares
Total
27
Share