Kei Nishikori recebe o último wild card e completa elenco de luxo do Millennium Estoril Open

Há mais uma estrela a caminho do Clube de Ténis do Estoril: Kei Nishikori, ex-número 4 mundial e uma das maiores figuras do desporto no continente asiático, foi galardoado com o último wild card para o quadro principal de singulares do Millennium Estoril Open, exatamente 24 horas depois da organização do único torneio ATP realizado em Portugal ter atribuído um convite a Grigor Dimitrov.

Atual número 39 do ranking ATP, o tenista japonês de 31 anos virá pela primeira vez a solo português com o objetivo de conquistar o 13.º título da carreira no circuito ATP e terceiro em terra batida, depois de se sagrar campeão do ATP 500 de Barcelona em 2014 e 2015. Para além dos 12 troféus de campeão, Nishikori também conta no currículo com outras 14 finais disputadas, entre as quais se destacam o US Open de 2014 e os Masters 1000 de Madrid (2014), Miami e Canadá (2016) e Monte Carlo (2018).

Medalha de bronze nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, Kei Nishikori é uma das maiores figuras do mundo desportivo no continente asiático, o que lhe vale um lugar entre os atletas mais bem pagos do planeta, e quebrou várias barreiras em termos desportivos: em 2014, tornou-se no primeiro tenista asiático a chegar ao top 5 do ranking ATP e a disputar a final masculina de um torneio do Grand Slam, para além de se ter tornado no primeiro jogador daquele continente a jogar o ATP Finals, o “Masters” do final de ano.

“Se já tínhamos um elenco fortíssimo, a adição de Kei Nishikori vem dar ainda mais relevo e projeção internacional ao torneio”, salientou João Zilhão, diretor do Millennium Estoril Open, no comunicado de imprensa que anunciou o nome do tenista japonês. “Não só é um jogador de enorme qualidade com passagem pelo top 5 mundial, como também é dos poucos a ter conseguido múltiplas vitórias sobre cada um dos chamados Big 4. A sua presença no Clube de Ténis do Estoril é igualmente excelente para a promoção de Portugal e de Cascais no Japão, onde Kei Nishikori é um autêntico herói. Não foi uma decisão fácil, pois tentamos sempre apoiar os tenistas portugueses com os wild cards, mas por vezes aparecem nomes com tanto impacto nas audiências mundiais que se tornam irrecusáveis para o evento. Ainda assim vamos ter vários portugueses a participar no evento, tanto em singulares como em pares”.

Neste momento, Kei Nishikori ocupa o oitavo lugar na lista de inscritos, uma posição que lhe permitiria ser cabeça de série e que, a confirmar-se, empurrará para fora da lista de pré-designados o cazaque Alexander Bublik. Marin Cilic, outro tenista que estará pela primeira vez no torneio, ocupa a 10.ª posição.

wild card entregue a Nishikori colocou um ponto final na lista de convidados para o quadro principal de singulares do Millennium Estoril Open, dado que antes do nipónico já tinham sido atribuídos convites a João Sousa e Grigor Dimitrov. Assim, Pedro Sousa, número dois português e 112.º ATP, terá de jogar o qualifying pela primeira vez desde a edição inaugural do torneio, em 2015, quando foi travado na terceira e decisiva eliminatória (atualmente jogam-se apenas duas). Para já, o lisboeta é o único jogador “da casa” a conseguir entrada direta na fase de qualificação.

Jogadores confirmados no Millennium Estoril Open:

  1. Diego Schwartzman (ARG) 9.º
  2. Pablo Carreño Busta (ESP) 13.º
  3. Gael Monfils (FRA) 15.º
  4. Grigor Dimitrov (BUL, *WC) 17º
  5. Cristian Garin (CHI) 22.º
  6. Fabio Fognini (ITA) 27.º
  7. Ugo Humbert (FRA) 31.º
  8. Kei Nishikori (JAP, *WC) 39.º
  9. Alexander Bublik (KAZ) 42.º
  10. Marin Cilic (CRO) 44.º
  11. Albert Ramos-Vinolas (ESP) 46.º
  12. Alejandro Davidovich Fokina (ESP) 48.º
  13. Jérémy Chardy (FRA) 51.º
  14. Richard Gasquet (FRA) 52.º
  15. Lloyd Harris (RSA) 53.º
  16. Cameron Norrie (GBR) 58.º
  17. Jordan Thompson (AUS) 59.º
  18. Frances Tiafoe (USA) 65.º
  19. Fernando Verdasco (ESP) 69.º
  20. Gilles Simon (FRA) 70.º
  21. Pablo Andujar (ESP) 80.º
  22. João Sousa (POR, *WC) 105.º

Alternates

  1. Pablo Cuevas (URU) 83.º
  2. Pierre-Hugues Herbert (FRA) 78.º
  3. Corentin Moutet (FRA) 75.º
  4. Thiago Monteiro (BRA) 76.º
  5. Soonwoo Kwon (KOR) 85.º
  6. Federico Delbonis (ARG) 84.º
  7. Lucas Pouille (FRA) 72.º
Total
29
Shares
Total
29
Share