Convidado de luxo: Grigor Dimitrov recebe o segundo wild card para o Millennium Estoril Open

Grigor Dimitrov é o mais recente convidado de luxo do Millennium Estoril Open: campeão do ATP Finals de 2017 e ex-número três mundial, o atual 17.º classificado no ranking ATP recebeu o segundo de três convites para o quadro principal de singulares do maior torneio de ténis organizado em Portugal.

Atualmente com 29 anos, o tenista búlgaro conta com oito títulos e sete finais perdidas no currículo. Os últimos troféus datam de 2017, a melhor temporada da carreira de Dimitrov, quando venceu os ATP 250 de Brisbane e Sófia, o Masters 1000 de Cincinnati e, a fechar o ano, o Masters do circuito masculino, tornando-se no primeiro tenista desde John McEnroe, em 1978, a conquistar o torneio na primeira participação.

“Depois de termos entregue o primeiro wild card ao melhor tenista português de todos os tempos, é com muita satisfação que comunico a estreia de Grigor Dimitrov num evento nacional e a consequente presença de mais um jogador do top-20 mundial no nosso torneio”, revelou João Zilhão, diretor do Millennium Estoril Open. “Perante várias solicitações de nomeada que têm chegado até nós, a decisão da entrega do segundo convite prende-se não só com a novidade, mas sobretudo com a qualidade de Grigor Dimitrov, que conta no seu palmarés com o título alcançado entre os oito melhores jogadores do mundo no ATP Finals de 2017”.

Com a primeira participação confirmada no Millennium Estoril Open, o tenista búlgaro vai juntar-se aos também top 20 Diego Schwartzman (9.º), Gael Monfils (14.º), Pablo Carreño-Busta (15.º) e Fabio Fognini (17.º). Cristian Garín (20.º), Ugo Humbert (30.º) e Alexander Bublik (44.º) completam aquela que seria a lista de cabeças de série caso o torneio começasse esta quarta-feira.

Considerado um dos tenistas mais populares do circuito, Dimitrov tem como melhores resultados em torneios do Grand Slam três meias-finais (Wimbledon 2014, Australian Open 2017 e US Open 2019) e em 2021 derrotou Marin Cilic e Dominic Thiem a caminho dos quartos de final em Melbourne.

Como recordou a organização do Millennium Estoril Open, em comunicado, o jogador natural de Haskovo, mas residente em Monte Carlo, também tem no currículo várias vitórias sobre alguns dos melhores tenistas de todos os tempos em grandes ocasiões: superou Novak Djokovic no Masters 1000 de Madrid de 2013, quando o sérvio era o número um do mundo; venceu Andy Murray nos quartos de final de Wimbledon 2014, quando o britânico procurava defender o título conquistado no ano anterior; e em 2019 surpreendeu Roger Federer a caminho das meias-finais do US Open. Também já derrotou Rafael Nadal (no ATP 500 de Pequim, em 2016), precisamente o adversário que na última semana o travou nos oitavos de final do ATP Masters 1000 de Monte Carlo.

O primeiro wild card para o quadro principal do Millennium Estoril Open foi entregue ao número um português, João Sousa, no dia do 32.º aniversário do jogador vimaranense. A organização do torneio prometeu revelar o terceiro e último “entre quinta e sexta-feira” e essa decisão dará a conhecer o destino do número dois nacional, Pedro Sousa, que só com um convite conseguirá escapar ao qualifying.

Total
12
Shares
Total
12
Share