Mais do que um triunfo, uma tomada de posição: Thiem sai por cima no primeiro grande teste

Dominic Thiem
Fotografia: Nicolas Gouhier / FFT 2018

Semifinalista nas duas últimas edições, Dominic Thiem apresenta-se este ano em Paris como o maior opositor do grande favorito à vitória em Roland Garros, Rafael Nadal. E após uma primeira ronda que serviu de “aquecimento”, o austríaco encontrou em Stefanos Tsitsipas o primeiro grande teste às suas aspirações, acabando por obter a tão desejada aprovação e assim marcar presença na terceira ronda do seu Major predileto.

Os jogadores entraram em court na tarde desta quarta-feira dando assim início a mais um episódio na rivalidade que têm protagonizado durante o presente ano. Ambos já se enfrentaram por três ocasiões, e se os dois primeiros duelos caíram para o lado do tenista mais cotado, no terceiro e único em terra batida (Barcelona, em abril), a vitória havia sorrido ao grego.

Ciente da qualidade já demonstrada pelo seu oponente, Thiem não estranhou nem tão pouco se deixou deslumbrar pela reação de Tsitsipas nos primeiros sets do confronto. Ao primeiro parcial conquistado pelo número oito da hierarquia mundial, o jovem de 19 anos respondeu com três breaks para igualar a disputa.

Na terceira partida, uma nova mudança de ascendente. Surge no court um Thiem perseverante e que ao quinto ponto de quebra, no nono jogo, obrigou o adversário a ceder o serviço conseguindo logo de seguida colocar-se em vantagem. Com o marcador em 2-1, a noite invade o complexo de ténis parisiense, adiando assim a conclusão do embate para o dia seguinte.

E foi assim, numa sessão bem mais curta que a de quarta-feira, que o ex-número quatro do ranking mundial fechou a contenda em nova partida pautada pelo equilíbrio. Um break ao quinto jogo foi suficiente para colocar um fim às aspirações de Tsitsipas — o NextGen que brilhou no último Millennium Estoril Open, onde contou a sua história em exclusivo ao RAQUETC (ver aqui) –, fechando o marcador em 6-2, 2-6, 6-4 e 6-4, ao cabo de 2h43m.

Thiem — sétimo cabeça de série da prova e recente campeão do ATP de Lyon, onde ergueu o 10.º título da carreira — tem como próximo obstáculo o italiano Matteo Berrettini (96.º), que na segunda ronda levou de vencida o ex-número 10 Ernests Gulbis pelos parciais de 6-2, 3-6, 6-4 e 6-3.

Total
1
Shares

Leave a Reply

Total
1
Share