Wawrinka despede-se com direito a “pneu” do torneio de Genebra

Wawrinka Ge
Fotografia: Banque Eric Sturdza Geneva Open ATP

Depois da boa vitória registada na jornada de ontem, Stan Wawrinka (25.º) foi-se abaixo esta quinta-feira no jogo dos quartos de final do ATP 250 de Genebra, na Suíça, ao perder de forma esclarecedora frente a Marton Fucsovics (60.º).

A um primeiro set equilibrado, que o antigo número 3 do mundo até chegou a liderar com break de vantagem, seguiu-se uma segunda partida de sentido único a favor do tenista húngaro, que culminou com um triunfo assente nos parciais de 6-4 e 6-0.

Este foi apenas o sexto torneio que Wawrinka disputou em 2018 e para o qual recebeu um wild card de última hora, tal como se previa depois da pobre participação no Masters de Roma.

Nesta altura o três vezes campeão de torneios do Grand Slam procura, essencialmente, adquirir ritmo de jogo e foi nesse sentido que decidiu competir em Genebra, torneio que de resto vencera em 2016 e em 2017.

Contudo, a escassos dias do arranque de Roland Garros, não são positivos os indicadores que Wawrinka tem deixado neste seu regresso ao circuito, ele que no verão passado foi alvo de uma sempre delicada intervenção cirúrgica ao joelho.

Compromisso de estreia em Paris não será pêra doce

O quadro principal masculino do Grand Slam parisiense já foi sorteado e ditou que Stan Wawrinka, campeão do torneio em 2015, vai jogar a primeira ronda frente ao veterano espanhol Guillermo García-López (71.º), que tem estado em bom plano em Lyon e que sabe, inclusive, o que é bater o suíço em Roland Garros (6-4, 5-7, 6-2 e 6-0 foi o resultado em 2014).

Artigo atualizado às 19h07.

Total
2
Shares

Leave a Reply

Total
2
Share