Federer após bater Coric: “Deveria ter perdido o encontro”

,.Roger Federer
Fotografia: BNP Paribas Open

Nas palavras do próprio, o duelo deste sábado com Borna Coric em Indian Wells foi o “mais difícil” que Roger Federer teve pela frente até ao momento na presente temporada, superando inclusive a final do Australian Open, frente a Marin Cilic.

O veterano suíço de 36 anos, que com a vitória de hoje registou o melhor arranque de temporada da carreira, admitiu em conferência de imprensa que não ficaria chocado se tivesse saído derrotado.

E explicou porquê: “Eu deveria ter perdido o encontro. Estive com um break de desvantagem no segundo set e com dois no terceiro. Este embate foi o mais complicado que tive este ano, mais do que a final em Melbourne”, comentou.

Apesar de ter enfrentado situações de desvantagem em mais do que uma ocasião, Federer afirmou que nunca perdeu a noção daquilo que tinha de fazer. “Quando és um tenista experiente e confiante, não há motivos para entrar em pânico. Ele estava a jogar melhor, enquanto eu ia falhando várias pancadas. Foi um encontro muito duro”, vincou.

A final de amanhã será discutida com Juan Martín del Potro, também ele a atravessar um excelente momento de forma. “Já protagonizámos grandes batalhas. Conhecemo-nos muito bem e ambos entraremos em campo com o intuito de derrotar o outro”, sublinhou o número 1 mundial, satisfeito com o “esforço” realizado para obter este recorde de 17 vitórias seguidas, mas “com o foco já na final”.

João Correia
Licenciado em Sociologia e Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação (ISCTE). Privilegiado por viver numa das melhores eras da história da modalidade.