Kyle Edmund sobre o duelo de estreia: “Ultrapassei um duro teste”

ESTORIL – Foi nesta quarta-feira que Kyle Edmund se estreou na 4.ª edição do Millennium Estoril Open, ao derrotar o jovem australiano Alex de Minaur, em dois sets, no encontro que abriu as hostilidades do dia no Estádio Millennium.

Em declarações proferidas à comunicação social após o final da partida, Edmund revelou ter-se sentido bastante bem dentro de campo. “Estava a gostar da forma como estava a jogar ao longo do jogo. Joguei contra um grande jogador, um adversário muito duro em termos de resiliência e que não desperdiça muitos pontos, por isso tive de lutar muito pela vitória. Ultrapassei um duro teste”, afirmou.

Mantendo-se fiel ao seu estilo de jogo agressivo ao longo de todo o encontro, mas tentando não oferecer “pontos gratuitos”, o atual número um britânico confessou que o plano de jogo de ambos era previsível. “Tinha consciência de que eu ia ser muito agressivo e ele ia defender e correr muito, ele ia usar o meu ritmo para me desequilibrar e contra-atacar”, contou.

À espera do vencedor do duelo entre os portugueses João Sousa, tenista que conhece bem dentro de campo, tendo até jogado pares juntos na edição transata da prova, e Pedro Sousa, jogador que nunca defrontou, Edmund garante que a prestação menos feliz no ATP 250 do Estoril no ano passado não influencia em nada o que pode ainda construir ao longo da presente edição do torneio.

“O ano passado perdi muito cedo [frente a João Domingues], mas é bom estar de volta ao Estoril este ano e já ter arrecadado uma vitória no quadro de pares e outra no de singulares. Já passou um ano, muito aconteceu desde então”, referiu.

Ema Gil Pires
Alfacinha de gema e atualmente a concluir a licenciatura de Ciências da Comunicação da Universidade Nova de Lisboa, sentiu desde sempre uma enorme paixão pelo mundo do Ténis. Seja a escrever sobre ele, ou até mesmo dentro de court.