Sloane Stephens estreia-se entre as dez primeiras; Danielle Collins à porta do top 50

Decorreu na passada semana o Miami Open, torneio WTA de categoria Premier Mandatory, que viu uma jogadora “da casa” triunfar. Sloane Stephens não nasceu em Miami, mas nasceu no estado da cidade onde decorre o torneio, na Flórida. A tenista natural de Plantation derrotou na final Jelena Ostapenko, que na meia-final havia derrotado Danielle Collins, uma das estrelas do torneio.

É de Sloane Stephens que começamos a falar. A atual nona classificada da hierarquia feminina está neste momento no seu melhor ranking de carreira e encontrou em Miami a forma que a levou ao título no US Open. Há cinco anos, Stephens esteve a apenas um lugar de atingir o tão desejado top-10. Passados cinco anos e usufruindo de uma subida de três postos, a campeã em título do US Open conseguiu tal feito.

Danielle Collins foi das jogadoras que mais ascendeu no ranking na atualização desta segunda-feira, escalando 40 lugares. A tenista que jogava no campeonato universitário norte-americano fixou um novo máximo de carreira e está a apenas três lugares do top-50, na 53.ª posição.

Um grande regresso foi o de Victoria Azarenka. A bielorrusa atingiu as meias-finais no Miami Open e reentrou no top-100, encontrando-se esta semana no 92.º posto, mais 94 lugares do que na última atualização da classificação.

  1. (1) Simona Halep, 8.140 pontos
  2. (2) Caroline Wozniacki, 6.790 pontos
  3. (3) Garbiñe Muguruza, 5.970 pontos
  4. (4) Elina Svitolina, 5.630 pontos
  5. (5) Jelena Ostapenko, 5.611 pontos
  6. (6) Karolina Pliskova, 4.730 pontos
  7. (7) Caroline Garcia, 4.625 pontos
  8. (8) Venus Williams, 4.277 pontos
  9. (12) Sloane Stephens, 3.938 pontos
  10. (9) Petra Kvitova, 3.271 pontos

53. (93) Danielle Collins, 1.085 pontos
92. (186) Victoria Azarenka, 695 pontos
97. (125) Yafan Wang, 651 pontos

Portuguesas:

Michelle Larcher de Brito cedeu 25 lugares e está agora perto de deixar o top 400. A melhor portuguesa de todos os tempos é a atual 398.ª classificada na hierarquia feminina. Inês Murta também perdeu posições e fixou-se em 611.ª. Maria João Koehler foi a única portuguesa a galgar lugares no ranking WTA, mais precisamente dez. A tenista portuense está no 732.º lugar. Francisca Jorge é a última portuguesa presente entre as 1000 primeiras, posicionando-se na 769.ª posição.

Maria Inês Fonte Ana Filipa Santos são a 1158.ª e a 1186.ª classificadas, respetivamente.

Para consultar a classificação das tenistas portuguesas clique aqui.

Pedro Cunha
O ténis apareceu na minha vida como apenas mais um desporto mas rapidamente o cheiro das bolas e o pó cor de laranja da terra batida onde pratico tornaram a minha vida melhor. Desde o som das pancadas, ao simples abrir de uma lata nova de bolas, tudo neste desporto tem encanto.