Angelique Kerber: “Foi um grande jogo. A Maria é uma campeã, é sempre perigosa”

Fotografia: Tennis Australia

Campeã em 2016, Angelique Kerber é cada vez mais uma candidata a repetir esse título na presente edição do Australian Open. No encontro mais aguardado da jornada, a ex-número um mundial bateu de forma esclarecedora Maria Sharapova.

Sobre essa partida, a tenista alemã mostrou-se satisfeita com a sua prestação e por ter conseguido executar o plano de jogo que pretendia do início ao fim.

“Sabia que ia ser um jogo difícil. Tentei ser agressiva desde o primeiro ponto, mas ao mesmo tempo estar muito focada no meu jogo, em jogar cada ponto. Resultou desde o início. Estou feliz pela forma como joguei”, disse em conferência de imprensa.

“Foi um grande jogo. Quer dizer, a Maria é uma campeã, é sempre perigosa, especialmente nos Grand Slams. Ambas conhecemo-nos muito bem, jogámos muitos bons jogos no passado”, continuou.

Questionada sobre a possível pressão que havia derivado à protagonista que tinha do outro lado da rede, Kerber afirmou que “estava a tentar não pensar sobre tudo o que envolvia este jogo, principalmente sobre contra quem estava a jogar. Preocupei-me apenas em jogar e em jogar bem”, finalizou.

 

 

Francisco Semedo
A tirar a licenciatura em Turismo na Universidade Europeia, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.