Novak Djokovic fica detido até à audiência de domingo

Novak Djokovic tem de apresentar-se às autoridades federais australianas à porta do escritório dos seus advogados na manhã de sábado (noite de sexta-feira em Portugal Continental) para ficar sob detenção até à audiência de domingo, que resulta do recurso apresentado pela equipa legal do número um mundial após o governo australiano anunciar — pela segunda vez — o cancelamento do visto.

A decisão foi comunicada pelo juiz Anthony Kelly durante a audiência de instruções que aconteceu às 21h45 desta sexta-feira em Melbourne, após o ministro da Imigração, Alex Hawke, ter anunciado a intenção de cancelar o visto de Djokovic por motivos de “interesse público“.

No procedimento, que aconteceu através da plataforma Zoom e foi transmitido em direto no Youtube (chegou a contar com mais de 50.000 espetadores em simultâneo), ficou determinado que Djokovic deve comparecer a uma entrevista com as autoridades da imigração às 8h de sábado (21h de sexta-feira em Portugal Continental) e levado ao escritório dos advogados entre as 10h e as 14h. Depois ficará sob detenção até à audiência de domingo, às 10h (23h de sábado, hora de Lisboa).

Também foi decidido que o caso será transferido para o Tribunal Federal da Austrália.

Atualizado às 12h57.


Total
50
Shares
Total
50
Share