Renascido Bernard Tomic vai dar “uma nova oportunidade ao ténis” e aponta ao topo

Atualmente na modesta 254.ª posição mundial e muito longe daquilo que já alcançou no ATP Tour, Bernard Tomic parece ter feito as pazes com o ténis e expressou, num vídeo inesperado, a intenção de voltar a protagonizar grandes feitos. Agora com 29 anos, o australiano que cedo despontou rumo ao estrelato parece ter algo novo a dizer.

“Vou tentar novamente e dar mais uma oportunidade ao ténis para os próximos anos. A partir de agora, preciso de fazer tudo correto para tentar voltar ao topo, sinto falta disso. Parei de jogar a sério há cerca de dois anos e meio porque tive distrações fora dos courts, mas isso já passou”, pode ouvir-se no vídeo divulgado pelo próprio nas redes sociais.

Parece ter chegado o momento da redenção de Bernard Tomic, que quer arquivar o que de menos bom se passou na sua carreira, dentro e fora da competição: “Tive muito sucesso quando era mais novo, mas pelos 25 anos já estava cansado e comecei a dizer disparates. Há imensas coisas que não deveria ter feito, mas fiz. Estive prestes a terminar a carreira, já não precisava de ganhar mais dinheiro. Mas voltei a ganhar mais jogos e foi aí que a chama voltou a acender-se dentro de mim. Magoa saber o que dizem de mim, mas não posso desistir e estou a usar as críticas como combustível. Estou de volta e estou preparado, com fome de vencer. Pus o meu sangue, suor e lágrimas neste desporto.”

O jogador dos antípodas, que nasceu em Estugarda, passou pela cimeira do circuito e, em 2016, alcançou a 16.ª posição da tabela mundial. O seu recheado currículo no ATP Tour é constituído por quatro êxitos: em 2013, estreou-se a vencer, em Sydney, tendo no ano seguinte conquistado o título em Bogotá, onde viria a revalidar o estatuto de campeão. Já em 2018, triunfou em Chengdu. Também nos torneios do Grand Slam deu nas vistas, já que alcançou quartos de final na edição de 2011 de Wimbledon, com apenas 18 anos.


Total
0
Shares
Total
0
Share