Nuno Borges avança na Maia pela noite dentro

Sara Falcão/FPT

MAIA — Já passava das 22 horas quando Nuno Borges ouviu o último game, set and match do dia mais longo das duas semanas de Maia Open e fê-lo com uma vitória, ao superar o italiano Riccardo Bonadio por 7-6(8) e 6-2 em 1h51 para carimbar o apuramento para a segunda ronda.

Numa jornada iniciada, como habitualmente, às onze da manhã, foi pouco depois das 20h20 que Borges e Bonadio entraram em court para o último encontro do dia, depois de no Court Central se terem assistido a três duelos em três sets com tenistas portugueses envolvidos.

A longa espera não pareceu ter afetado o maiato (nem o italiano), que seguraram os respetivos jogos de serviço, até ambos quebrarem o oponente duas vezes, sempre com Borges a adiantar-se. Na segunda das ocasiões, o tenista nacional serviu mesmo para o parcial e dispôs de um ponto de set, anulado pelo transalpino.

O parcial resolveu-se num tie-break bem emocionante. Acabou por prevalecer o favorito local salvando dois set points (com um erro de direita de Bonadio e um grande serviço de Borges na linha central).

Com o primeiro set arrecado (sobretudo pela forma dramática como foi e depois de ter perdido o primeiro parcial na meia-final do Maia Open I com Geoffrey Blancaneaux com dois pontos de set), Nuno Borges recebeu a injeção de confiança que precisava para descolar no marcador e entrar da melhor forma na segunda competição. Depois de um primeiro jogo onde quebrou o menos cotado (303 do ranking ATP) à quinta chance, o atual número três nacional (é 210 esta semana, melhor posto da carreira) não mais olhou para trás rumo à segunda ronda.

Na quinta-feira, Nuno Borges vai medir forças com outro italiano, no caso Edoardo Lavagno, carrasco de Tiago Cação no dia de hoje com um match point salvo. Será o primeiro confronto entre ambos e como prémio para o vencedor há um lugar nos quartos de final.


Total
16
Shares
Total
16
Share