Carreño Busta derrota Djokovic e conquista o bronze nos Jogos Olímpicos

Dois dias depois de ter deixado pelo caminho o número dois mundial, Daniil Medvedev, o espanhol Pablo Carreño Busta levou a melhor sobre o líder do ranking ATP, Novak Djokovic, com os parciais de 6-4, 6-7(6) e 6-3 e conquistou a medalha de bronze no quadro de singulares dos Jogos Olímpicos de Tóquio, no Japão.

O espanhol foi capaz de ditar o ritmo do encontro em vários momentos e fez bom uso do serviço, com 70% de primeiras bolas colocadas e 73% de pontos ganhos nessas circunstâncias. Do outro lado, Djokovic continuou com uma baixa percentagem de primeiros serviços — 56% –, à semelhança do encontro com Zverev, e revelou-se incapaz de capitalizar as oportunidades. O sérvio teve oito chances para quebrar o serviço a Carreño Busta, mas o tenista de Gijón eliminou cada uma delas.

Com a vitória deste sábado, Pablo Carreño Busta juntou-se a três compatriotas na lista de tenistas masculinos medalhados em Jogos Olímpicos: o primeiro foi Jordi Arrese, com a prata em Barcelona 1992, depois Sergi Bruguera, com a prata em Atlanta 1996, e o mais recente Rafael Nadal, que fez história ao conquistar o ouro em Pequim 2008.

O encontro de atribuição das medalhas de ouro e prata está marcado para a manhã de domingo e colocará frente a frente o alemão Alexander Zverev e o russo Karen Khachanov.

Notícia atualizada pela última vez às 12h04.

Total
14
Shares
Total
14
Share