Alexander Zverev completa meias-finais em Tóquio com exibição autoritária

O alemão Alexander Zverev é o quarto e último semifinalista do torneio olímpico, em Tóquio. Esta quinta-feira, o número cinco mundial cedeu apenas cinco jogos frente a Jérémy Chardy (68.º) e os parciais de 6-4 e 6-1 foram suficientes para que o germânico se junte a Karen Khachanov, Novak Djokovic e Pablo Carreño Busta na luta pelas medalhas.

Quarto cabeça de série em Tóquio, Zverev foi uma muralha impenetrável durante praticamente todo o encontro. Com o primeiro serviço apurado, o alemão cedeu apenas seis pontos com o ‘saque’ durante todo o embate e não deu grande espaço para que Chardy pudesse discutir o embate. O francês, de resto, não dispôs de qualquer break point e enfrentou um total de 12, dos quais eliminou oito. No capítulo de winners, vantagem clara para Zverev: 26 contra 15. O alemão cometeu também menos erros — oito — em relação ao francês, que fez 17 erros não-forçados.

Nas meias-finais, Zverev tem agora um confronto marcado com Novak Djokovic. Independentemente do desfecho, o alemão sabe que vai lutar sempre por uma medalha em Tóquio: se vencer, apura-se para a final e pode conquistar o ouro ou a prata. Se perder, é relegado para o encontro de terceiro e quarto lugares e discute a medalha de bronze.

Total
7
Shares
Total
7
Share