Kiki Bertens perde nos pares e retira-se oficialmente do ténis

A retirada oficial de singulares já tinha acontecido com a derrota na primeira ronda, mas a carreira de Kiki Bertens prolongou-se até esta segunda-feira, dia em que a holandesa caiu no quadro de pares. Ao lado de Demi Schuurs, a ex-número quatro mundial fez o último encontro da carreira profissional na segunda eliminatória do torneio olímpico.

Bertens e Schuurs deram uma grande réplica às russas Veronika Kudermetova e Elena Vesnina, mas não foi suficiente para continuarem em prova. A dupla dos Países Baixos cedeu por 6-2, 3-6 e 10-7 e falhou o apuramento para os quartos de final, onde Kudermetova e Vesnina vão agora defrontar as ucranianas Lyudmyla e Nadiia Kichenok.

Aos 29 anos e depois de problemas com lesões nos últimos tempos, Kiki Bertens tomou a decisão de pendurar a raquete. A holandesa foi bem sucedida ao longo da carreira, sobretudo nos singulares, onde ocupou o quarto lugar do ranking WTA e conquistou dez troféus em 15 finais.

Total
17
Shares
Total
17
Share