Danielle Collins trava série invicta de Ruse e conquista primeiro título da carreira em Palermo

Duas semanas depois, a vingança serviu-se fria. Danielle Collins, que tinha sido derrotada por Elena-Gabriela Ruse nos quartos de final em Hamburgo (torneio que a romena acabou por conquistar), conseguiu responder este domingo e igualar o score com a adversária na final do WTA 250 de Palermo, que valeu à tenista de 27 anos a conquista do primeiro título WTA da carreira.

Perante uma adversária que tinha de pé uma série de 13 vitórias consecutivas e procurava o segundo título seguido, Collins teve outras ideias. A primeira cabeça de série da prova, fruto do 44.º lugar que ocupa no ranking WTA, recuperou por duas vezes de um break de atraso no primeiro set e venceu os últimos quatro jogos de forma consecutiva para sair na frente do marcador. Na segunda partida, ambas as atletas foram confirmando os jogos de serviço numa fase inicial, mas a norte-americana voltou a ter uma melhor ponta final e construiu uma nova série de quatro jogos seguidos para fechar o encontro em 6-4 e 6-2 ao fim de uma hora e 46 minutos.

A regressar aos bons resultados depois de ter sido submetida a uma intervenção cirúrgica há menos de um ano, o mês de julho tem sido positivo para Collins, que já tinha estado nas meias-finais em Budapeste. Agora, a tenista da Flórida deu o passo que faltava e conquistou o primeiro título da carreira, que lhe vai valer a subida de nove posições no ranking WTA. Esta segunda-feira, Danielle Collins vai surgir na 35.ª posição, ela que já foi a número 23 do Mundo. Quanto a Elena-Gabriela Ruse, vai subir 32 lugares e passar do 137.º para o 105.º posto, um novo máximo de carreira e que deixa a romena à porta das 100 primeiras.

Total
6
Shares
Total
6
Share