Ashleigh Barty conquista Wimbledon e vence o segundo Grand Slam da carreira

A australiana Ashleigh Barty é uma campeã do Grand Slam por duas vezes na carreira. Este sábado, a líder do ranking mundial prevaleceu no All England Club e conquistou o torneio de Wimbledon, ao derrotar Karolina Pliskova por 6-3, 6-7[4] e 6-3.

Depois de um arranque avassalador, onde venceu os primeiros 14 pontos do encontro e abriu uma vantagem de 4-0 no marcador, Barty tirou um pouco o pé do acelerador e Pliskova teve espaço para esboçar uma reação. A checa ainda quebrou o serviço da adversária por duas ocasiões no set inaugural, mas pelo meio também sofreu um terceiro break e acabou por ver Barty fechar o set com um jogo de serviço em branco.

Na segunda partida, a melhor cotada conseguiu um break madrugador e parecia muito bem encaminhada para fechar o embate. Contudo, Pliskova reagiu, elevou o nível do serviço e desferiu algumas das melhores pancadas em todo o encontro para conseguir um break em branco que a devolveu ao encontro.

À entrada para o momento decisivo do parcial, a número 13 mundial complicou a tarefa, ao desperdiçar uma vantagem de 40-0 ao serviço para acabar a sofrer um break que deixou Barty a servir a 6-5 para o título. No entanto, a australiana não conseguiu contornar a pressão do momento, sofreu o contra break e o set seguiu para um tiebreak onde Pliskova foi mais sólida do fundo do court e jogou alguns dos melhores pontos do encontro para forçar um terceiro set.

O terceiro set teve um arranque semelhante ao anterior. Um jogo de serviço menos conseguido, com vários erros não-forçados, levou Pliskova a sofrer o break. A checa conseguiu manter a boa movimentação que apresentou no segundo set, mas não foi capaz de descobrir uma oportunidade para deixar novamente tudo igual até ao momento decisivo: o jogo em que Barty serviu para fechar. Nessa altura, um erro da australiana a meio do court ofereceu o break point a Pliskova, mas a número um mundial deu a volta por cima e confirmou o triunfo.

Em termos de ranking, o segundo título do Grand Slam para Ashleigh Barty não tem efeitos práticos, já que a australiana tinha garantida a permanência no topo da hierarquia de qualquer forma. Para Karolina Pliskova, que voltou a ficar com a medalha de prata na segunda final que disputou em torneios Major, está garantido o regresso ao top 10.

Total
5
Shares
Total
5
Share