Gonçalo Oliveira é o primeiro a inscrever o nome nos quartos de final do Porto Open

Dois sets bastaram para Gonçalo Oliveira (297.º classificado no ranking ATP) derrotar Peter Polansky (251.º), por 7-6(3) e 6-3, e agarrar a primeira vaga de apuramento para os quartos de final de singulares do Challenger da invicta, o Porto Open, que acontece no Complexo Desportivo do Monte Aventino.

A jogar em casa, o jogador português de 26 anos sorriu por último num primeiro parcial sem qualquer oportunidade de quebra de serviço para ambos jogadores, decidido por apenas um mini-break no tie-break, e depois de desperdiçar o primeiro ponto de break do encontro ao 1-1 da segunda partida aproveitou a oportunidade seguinte, ao 2-2, para agarrar a diferença necessária para somar a segunda vitória da semana.

Depois de ter passado pelo compatriota Nuno Borges no encontro de estreia, a vitória desta quarta-feira sobre o ex-número 110 mundial colocou Gonçalo Oliveira nos quartos de final de um torneio Challenger pela terceira vez em 2021 no que à variante de singulares diz respeito. Quer numa, quer noutra ocasião foi um passo mais longe: primeiro no Oeiras Open 2, depois em Little Rock, nos EUA.

Na próxima fase, o jogador portuense vai medir forças com o vencedor do duelo entre o italiano Matteo Viola (260.º) e Sergiy Stakhovsky (242.º), que acontecerá já depois de Frederico Silva ir a jogo contra Tatsuma Ito. Quanto a Gastão Elias, o outro português que passou pela ronda inaugural, só regressará à ação na quinta-feira.

Total
1
Shares
Total
1
Share