Medvedev aquece para Wimbledon com final em Maiorca

Daniil Medvedev foi sorteado no mesmo quarto do quadro que Roger Federer em Wimbledon, mas o foco do russo ainda está a 1.800 quilómetros de distância, em Maiorca, onde esta sexta-feira carimbou o apuramento para a primeira final da carreira em relva. Sam Querrey, em jejum há quatro anos, separa-o do título.

Primeiro cabeça de série fruto do segundo lugar que ocupa no ranking ATP (em Wimbledon voltará a fazer pressão a Novak Djokovic), o russo deu a volta a Pablo Carreño-Busta para vencer por 3-6, 6-3 e 6-2 e negar a festa aos espanhóis.

Na outra meia-final, entre dois amantes das superfícies relvadas, Sam Querrey (60.º) levou a melhor sobre Adrian Mannarino (42.º e primeiro adversário de Federer na próxima semana) com os parciais de 6-4 e 6-3.

Este sábado, quer Medvedev, quer Querrey estarão à procura do 11.º título das respetivas carreiras. O russo só conhece a sensação de erguer títulos em piso rápido (dos 10, três aconteceram em ATP Masters 1000 e um no Nitto ATP Finals), enquanto o norte-americano já disputou quatro decisões na relva, mas só venceu uma: foi em 2010, no prestigiado Queen’s Club.

O único encontro entre ambos aconteceu precisamente na relva, há quatro anos, em Eastbourne, e sorriu a Medvedev, que na altura venceu por 6-3 e 7-5 para chegar à segunda ronda do ATP 250 britânico.

Total
16
Shares
Total
16
Share