França abre exceção e permite público até ao fim da meia-final entre Nadal e Djokovic

Contra todas as expetativas, o governo francês autorizou a permanência dos cerca de 5.000 espetadores no Court Philippe-Chatrier para lá das 23 horas de Paris, possibilitando a conclusão da meia-final de Roland-Garros entre Rafael NadalNovak Djokovic com público mesmo depois do começo do recolher obrigatório.

A decisão foi anunciada nos altifalantes do court central do complexo após a conclusão do terceiro set, com o tenista sérvio, número um mundial, a liderar por 3-6, 6-3 e 7-6(4) depois de mais de 3h30 de um encontro que já está a ser descrito por muitos nas redes sociais como “o melhor de sempre”.

A decisão levou os milhares de adeptos a gritarem cânticos como “Merci, Macron” (“Obrigado, Macron”, o presidente do país) e o hino francês, La Marseillaise.

Total
0
Shares
Total
0
Share