Roland-Garros: Krejcikova avança para a primeira meia-final da carreira em torneios do Grand Slam

A checa Barbora Krejcikova continua a fazer história em Roland-Garros. A viver uma grande temporada de terra batida, a campeã de Estrasburgo aumentou esta quarta-feira a série de vitórias consecutivas para dez e garantiu o apuramento para as meias-finais do Grand Slam parisiense. É a primeira vez que Krejcikova chega ao top 4 de um Major em toda a carreira.

No encontro que abriu a jornada no Court Philippe-Chatrier, Krejcikova desenvencilhou-se da norte-americana Coco Gauff em apenas dois sets (7-6[6] e 6-3). A tenista checa, de 25 anos, cedeu apenas um parcial até ao momento em Paris, mas teve de trabalhar para manter esse registo. No primeiro parcial, Krejcikova teve de eliminar três set points antes do tiebreak e mais dois durante o desempate, antes de aproveitar a oportunidade para sair na frente do marcador.

O desfecho do primeiro parcial tirou alguma pressão da checa e esta avançou para um resto de encontro mais tranquilo. Com uma grande entrada na segunda partida, a tenista natural de Brun quebrou o serviço de Gauff por duas vezes e chegou ao 5-0 no placard. A um jogo da vitória, surgiram algumas dificuldades para Krejcikova em fechar o encontro e a campeã de pares da edição de 2018 desperdiçou cinco match points e perdeu os três jogos seguintes. Contudo, em nova tentativa de servir para fechar o encontro, a mais experiente das duas conseguiu fazê-lo e garantir um lugar nas meias-finais.

No final do encontro, Krejcikova deixou muitos elogios à jovem Gauff, de 17 anos. “Quando eu tinha 17 anos, andava a jogar torneios ITF. Ela é incrível. Vai ser muito boa”, disse a checa, que encerrou uma série de nove vitórias consecutivas da norte-americana. Pela primeira vez nas meias-finais de um Grand Slam, Barbora Krejcikova fica agora à espera de Maria Sakkari ou da campeã em título, Iga Swiatek.

Total
0
Shares
Total
0
Share