Zidansek prolonga momento de forma e chega às meias-finais de Roland-Garros

Tamara Zidansek nunca tinha ultrapassado a segunda ronda em torneios do Grand Slam, mas em Paris tudo mudou e esta terça-feira a tenista eslovena tornou-se na primeira a garantir um lugar nas meias-finais de Roland-Garros, ao derrotar Paula Badosa por 7-5, 4-6 e 8-6.

Com apenas 23 anos, a número 85 mundial teve na mão uma vitória em dois sets, dado que liderou por 7-5 e 4-2, mas perdeu cinco jogos consecutivos e viu-se forçada a uma derradeira partida na qual Badosa — que é treinada pelo ex-tenista Javier Marti, finalista do Porto Open em 2017 — até foi a jogadora que se aproximou primeiro da vitória, não só ao quebrar primeiro (logo ao 1-0), mas também porque ao 13.º jogo teve três pontos de break para fazer o 7-6 e servir para o encontro.

Apurada para as meias-finais de um torneio do Grand Slam pela primeira vez da carreira, Zidansek já tem garantido o melhor ranking de sempre (foi 56.ª em julho de 2019, o ano em que disputou a primeira de duas finais WTA, e será pelo menos 47.ª na próxima segunda-feira). Para ir um passo mais longe e disputar a final mais importante da carreira, terá de superar ou Ekaterina Rybakina, ou Anastasia Pavlyuchenkova.

Total
0
Shares
Total
0
Share