Novak Djokovic arrasa Berankis e faz história em Roland-Garros

Em ritmo de cruzeiro, Novak Djokovic ultrapassou este sábado mais uma etapa na luta por novo troféu. O líder do ranking mundial, que em Paris venceu apenas por uma ocasião (2016), desenvencilhou-se do lituano Ricardas Berankis em três sets — 6-1, 6-4 e 6-1 — e sem grandes dificuldades.

O encontro não teve grande história, já que Djokovic realizou uma exibição praticamente irrepreensível. O sérvio resolveu a questão no Court Philippe-Chatrier em apenas uma hora e 32 minutos e sem enfrentar break points. Djokovic assinou 30 winners — Berankis ficou pelos 20 — e cometeu apenas 18 erros não-forçados, ao passo que o adversário somou 36.

Perante um ex-número um mundial de juniores, Djokovic nunca deixou que o encontro fugisse do seu controlo. O número um mundial venceu 88% dos pontos com o primeiro serviço, foi bem sucedido em 11 das 15 subidas à rede e converteu seis de nove break points para construir os parciais expressivos com que rubricou a vitória.

O triunfo deste sábado é histórico para Novak Djokovic, uma vez que permite ao sérvio fazer algo que nunca tinha sido feito: atingir a quarta ronda de Roland-Garros por 12 edições consecutivas. O primeiro cabeça de série tornou-se no primeiro atleta da história a conseguir o feito e tem agora marcado um confronto com o talentoso Lorenzo Musetti, que precisou de mais de três horas para superar o compatriota Marco Cecchinato — 3-6, 6-4, 6-3, 3-6 e 6-3 — e atingir a quarta ronda do Grand Slam parisiense pela primeira vez.

Total
0
Shares
Total
0
Share