Zverev sobe de nível e avança para a terceira ronda de Roland-Garros

Na primeira ronda, Alexander Zverev teve de recuperar de uma desvantagem de dois sets frente ao compatriota Oscar Otte para impedir uma saída de cena precoce em Roland-Garros. Esta quarta-feira, o germânico apresentou-se bem diferente, com um nível de ténis superior e que lhe valeu um apuramento para a terceira ronda de forma mais tranquila.

No Court Suzanne-Lenglen, Zverev teve de recuperar de desvantagens de um break no segundo e terceiro sets frente a Roman Safiullin e fê-lo com mestria, de forma a construir uma vitória assente nos parciais de 7-6[4], 6-3 e 7-6[1]. O sexto cabeça de série cometeu dez duplas faltas, mas também disparou 15 ases e 41 winners durante o encontro.

O primeiro break do encontro surgiu apenas no 11.º jogo do primeiro set, com Zverev a dar o passo em frente e a colocar-se na posição de servir para fechar o parcial. Contudo, Safiullin fez o contra-break e forçou o desempate, que veio a cair para o lado do melhor cotado. Nos sets seguintes, Safiullin liderou por um break em ambos (3-1 no segundo e 4-1 no terceiro), mas nos dois momentos permitiu que Zverev não só reentrasse na discussão dos parciais, como os vencesse.

Ao fim de quase duas horas e 30 minutos em court, Alexander Zverev tornou-se no primeiro tenista a carimbar o passaporte para a terceira ronda de Roland-Garros. O alemão, quartofinalista em 2018 e 2019, fica agora a aguardar por Laslo Djere ou Miomir Kecmanovic na próxima eliminatória.

Total
0
Shares
Total
0
Share