Zidansek elimina Andreescu e protagoniza primeira grande surpresa do dia em Roland-Garros

Está aí a primeira grande surpresa desta segunda-feira em Roland-Garros: Tamara Zidansek esteve entre a espada e a parede, mas agigantou-se e afastou a canadiana Bianca Andreescu. A batalha foi longa — três horas e 20 minutos em court — e Andreescu serviu para a vitória no terceiro parcial, mas Zidansek aguentou a pressão e venceu por 6-7[1], 7-6[2] e 9-7.

O encontro manteve a mesma toada de início a fim, com Andreescu e Zidansek a mergulharem em longos rallies do fundo do court. Por entre os muitos erros não-forçados da canadiana (63), Zidansek mostrou-se mais coesa, mas ainda assim foi a número sete mundial quem saiu na frente do marcador.

Incapaz de acelerar com a direita na terra batida lenta de Roland-Garros, Bianca Andreescu podia ainda assim ter chegado à vitória. Depois de ter cedido o segundo set, a canadiana serviu a 5-4 no terceiro parcial para a vitória, mas foi quebrada. A 5-6, a vencedora do US Open de 2019 ainda eliminou um primeiro match point, mas não conseguiu repetir a receita pouco depois e a surpresa consumou-se.

A derrota desta segunda-feira confirma o que tem vindo a ser tendência para Bianca Andreescu em Paris: uma eliminação precoce. A canadiana, que tem vindo a tentar alcançar a plenitude das suas capacidades físicas, nunca passou da segunda ronda no Grand Slam parisiense e ainda não será desta. Tamara Zidansek, por outro lado, continua em prova e já pensa no embate da segunda ronda frente a Madison Brengle.

Total
0
Shares
Total
0
Share