Kostyuk surpreende ex-campeã Muguruza e avança em Roland-Garros

Garbiñe Muguruza já venceu Roland-Garros no passado (2016) e, por isso, seria sempre uma das candidatas à vitória, apesar da temporada de terra batida conturbada que tem vindo a ter. Contudo, as ambições da hispano-venezuelana saíram furadas e esta despediu-se do Grand Slam parisiense esta segunda-feira. A responsável? Marta Kostyuk, uma das grandes promessas do ténis ucraniano.

Número 81 mundial, Kostyuk teve no primeiro serviço a principal arma para ter prevalecido sobre a 12.ª cabeça de série. A ucraniana venceu 74% dos pontos com a primeira bola e construiu os parciais de 6-1 e 6-4 em 83 minutos de encontro.

Depois de um primeiro set arrasador, onde enfrentou apenas um break point — que salvou — e converteu dois dos cinco que teve, Kostyuk assistiu à reação da antiga campeã. Muguruza elevou o nível na fase inicial da segunda partida, quebrou o serviço à adversária e chegou ao 3-1. A partir daí, contudo, voltou a desligar e foi a menor cotada a assumir mais uma vez o controlo do encontro. Com o marcador em 3-5, Muguruza ainda eliminou um primeiro match point ao serviço e passou a “batata quente” para o lado de Kostyuk, que não teve problemas em servir para uma das melhores vitórias da carreira.

Pela primeira vez na história, Garbiñe Muguruza sai do quadro de singulares de Roland-Garros sem uma única vitória. Marta Kostyuk, por outro lado, ultrapassa pela primeira vez na carreira a ronda inaugural do Grand Slam francês e fica à espera de Saisai Zheng (57.ª) ou Sara Sorribes Tormo (49.ª) na segunda ronda.

Total
0
Shares
Total
0
Share