Federer regressa aos Grand Slams com uma masterclass em Roland-Garros

Quase 400 dias depois, Roger Federer regressou aos torneios do Grand Slam com uma masterclass das antigas: 6-2, 6-4 e 6-3 ao uzbeque Denis Istomin (que passou o qualifying) para deixar para trás os fantasmas de Genebra, onde caiu à primeira, e voltar a ser feliz na terra batida de Roland-Garros.

O encontro ficou resolvido em apenas 93 minutos, que foram suficientes para o suíço, de 39 anos, apontar 48 winners contra apenas 20 erros não forçados.

A participar no torneio de Roland-Garros apenas pela segunda vez desde 2015 (a outra foi em 2019, quando só parou nas meias-finais frente a Rafael Nadal), Federer poderá ter pela frente um adversário que já derrotou em finais do Grand Slam, Marin Cilic, caso o tenista croata supere o francês Arthur Rinderknech.

Total
0
Shares
Total
0
Share