Fognini e Carreño Busta com estreias tranquilas em Roland-Garros

O italiano Fabio Fognini e o espanhol Pablo Carreño Busta foram os primeiros dois vencedores do quadro principal masculino na edição de 2021 de Roland-Garros. Tanto o transalpino como o espanhol venceram de forma tranquila na primeira ronda da competição e garantiram o passaporte para a próxima eliminatória.

Fognini, quartofinalista da prova em 2011, defendeu com sucesso o estatuto de 27.º cabeça de série diante do wild card Grégoire Barrere (122.º ATP). O italiano venceu em sets diretos, com parciais de 6-4, 6-1 e 6-4, e foi o responsável por eliminar o primeiro tenista da casa na edição de 2021 do Grand Slam parisiense.

Apesar do triunfo, Fognini apresentou-se com muitos erros no Court Suzanne-Lenglen. O número 29 mundial cometeu 52 erros não-forçados (Barrere ficou nos 47), mas também assinou bem mais winners do que o adversário (31 contra 12). Apesar de ter sido quebrado logo a abrir e ter estado a perder por 2-4 na primeira partida, Fognini deu a volta à situação e arrancou para uma vitória tranquila e sem contestação a partir do momento em que fechou o primeiro parcial. Na segunda ronda, o italiano aguarda por Marton Fucsovics (44.º) ou Gilles Simon (69.º).

No Court 13, Pablo Carreño Busta também arrancou com o pé direito na defesa dos quartos de final alcançados em 2020 (melhor registo em Paris e idêntico ao de 2017). O tenista de 29 anos, 12.º pré-designado, bateu o eslovaco Norbert Gombos (87.º) em três sets, com parciais de 6-3, 6-4 e 6-3.

O tenista natural de Gijón realizou uma exibição muito bem conseguida e marcou a diferença sobretudo com o segundo serviço. Carreño Busta venceu 82% dos pontos com a primeira bola e 65% com a segunda, ao passo que Gombos venceu menos de 40% dos pontos jogados com o segundo ‘saque’. O tenista espanhol rubricou ainda 30 winners e converteu quatro dos oito break points que teve ao longo do encontro, bem como eliminou o único que enfrentou.

Na segunda ronda, Carreño Busta vai medir forças com o francês Enzo Couacaud (177.º), que aproveitou bem o wild card que recebeu para dar a primeira vitória à comitiva francesa na prova. O tenista de 26 anos bateu o melhor cotado Egor Gerasimov (78.º) por 7-6[3], 6-4 e 6-3.

Total
0
Shares
Total
0
Share