Rune triunfa em 2h31 e reencontra Gastão Elias na final do Oeiras Open 4

Sara Falcão/FPT

OEIRAS — Está definida a final de singulares do último Oeiras Open: Holger Rune (313.º do ranking ATP) derrotou o qualifier Timofey Skatov (441.º), por 6-2, 3-6 e 6-2, para se juntar ao português Gastão Elias (292.º) naquela que será a sua primeira final em torneios do ATP Challenger Tour no Oeiras Open 4.

No quarto embate entre ambos (Skatov tinha vencido os dois primeiros, todos em 2020), Holger Rune foi mais forte no parcial decisivo, ainda que tenha sentido imensas cãimbras que apenas lhe permitiram servir dentro da normalidade, mas também o tornaram ainda mais agressivo, tanto no serviço, como na resposta, e fizeram com que variasse mais o jogo, e Skatov perdeu o ritmo que tanto gosta.

Depois de um primeiro set onde jovem dinamarquês de 18 anos – ainda número um mundial no escalão júnior apesar de não competir entre os mais novos desde 2019 – se impôs nos pontos importantes, Skatov devolveu na mesma moeda no segundo parcial, conseguindo o único break no sexto jogo depois de ter salvo duas chances no jogo de serviço anterior.

No set de todas as decisões e com a final do Oeiras Open 4 à vista, Rune salvou dois break points no primeiro jogo que, aliados ao longo quarto jogo onde o mais novo apenas quebrou à sétima oportunidade, foram decisivos para carimbar o acesso à primeira final na categoria ao cabo de duras 2h31 de duelo.

No encontro de desfecho no torneio, Holger Rune encontrará um conhecido: o português Gastão Elias. Será o segundo confronto entre ambos e o segundo nesta temporada, depois de Elias ter derrotado Rune na final do torneio de 25.000 dólares de Vilhena, no início de Fevereiro, na altura em hard courts.

Total
1
Shares
Total
1
Share