O futuro é agora: Carlos Alcaraz conquista Oeiras Open 125 e estreia-se no top 100

Sara Falcão/FPT

OEIRASCarlos Alcaraz (114.º do ranking ATP) conquistou, este sábado, o quarto e maior título da carreira no ATP Challenger Tour, ao derrotar o argentino Facundo Bagnis (109.º) por 6-4 e 6-4 para se sagrar campeão do Oeiras Open 125, o maior torneio Challenger alguma vez realizado em Portugal. A vitória vale ao jovem prodígio espanhol a estreia no top 100 mundial na próxima segunda-feira.

Depois de um primeiro set decidido pelo break no primeiro jogo (num longo braço-de-ferro, o espanhol fez mossa na segunda oportunidade, colocando várias respostas profundas para ficar logo no domínio da troca de bolas e aproveitando também alguns erros de Bagnis), no segundo tudo foi mais equilibrado. Alcaraz salvou quatro break points sempre com ótimos serviços (em dois deles terminou na rede) e impediu que o mais experiente pudesse levar o encontro a três parciais.

O jovem de 18 anos conseguiu impor a sua direita, abrir ângulos e forçar Facundo Bagnis a ser menos consistente do que o habitual. Quando serviu para fechar o embate, o tenista de Murcia não cometeu os erros da meia-final e concluiu com autoridade.

Feitas as rondas, à terceira não foi de vez para Bagnis, que volta a ceder num duelo decisivo em Portugal (depois dos desaires em Braga e no CIF em 2019). Para Alcaraz, segunda-feira há uma estreia na elite dos 100 melhores, pouco menos de 22 depois de o seu técnico Juan Carlos Ferrero o ter alcançado também em solo português e também após a conquista de um Challenger, na altura na Maia. A vedeta do futuro prova que poderá ser, igualmente, uma ameaça para Roland-Garros, onde terá de disputar a fase de qualificação que se inicia segunda-feira.

Total
25
Shares
Total
25
Share