Qualifying do Australian Open vai acontecer no Dubai

As incertezas perante o Australian Open parecem ter chegado ao fim: depois do arranque dos quadros principais em Melbourne ter sido adiado para 8 de fevereiro, o Dubai foi escolhido como palco para a realização do qualifying.

A informação foi avançada esta sexta-feira pela MARCA, jornal espanhol que tem estado na vanguarda da divulgação em relação ao calendário de 2021 e que já tinha apontado a cidade dos Emirados Árabes Unidos como a escolha mais provável.

Assim sendo, será no Dubai que a partir do dia 8 de janeiro dezenas de jogadores lutarão pelas 32 vagas (16 no quadro feminino, 16 no masculino) nos quadros principais de singulares do Australian Open, que ganharão direito a disputar depois de cumprirem uma quarentena de 15 dias — com diversos testes à covid-19 pelo meio — já em solo australiano.

Ainda sem mais detalhes, tudo aponta para que os circuitos ATP e WTA arranquem a nova época logo nas primeiras semanas de janeiro. As informações mais recentes dão a entender que as duas organizações estão a estudar a organização de um torneio cada fora da Austrália, logo na primeira semana do ano (4 de janeiro, segunda-feira), e depois uma concentração de eventos já em território australiano, devido à quarentena obrigatória a que todos estarão sujeitos antes de competir naquele país.

Total
3
Shares
Total
3
Share