Tiago Cação derrota cabeça de série no regresso a Vale do Lobo

VALE DO LOBO  — Oito meses depois de ter jogado umas meias-finais na Vale do Lobo Tennis Academy, Tiago Cação regressou ao complexo louletano com uma vitória frente a um tenista mais cotado para selar a qualificação para a segunda ronda do quadro principal de singulares do Vale do Lobo Open.

Convidado pela organização, o tenista do Centro de Alto Rendimento da Federação Portuguesa de Ténis (número 536 ATP) derrotou o norueguês Viktor Durasovic (335.º) em três partidas, com os parciais de 4-6, 6-3 e 6-3.

Depois de duas derrotas portuguesas no desfecho do qualifying, Cação foi o primeiro tenista luso a entrar em ação no quadro principal e viu a sua persistência ser recompensada: depois de perder o primeiro set com um break ao 10.º jogo, entrou mais sólido no segundo parcial e, com uma quebra de serviço logo a abrir, ganhou margem para respirar e continuar a construir a recuperação, conseguindo um segundo break num nono jogo muito disputado para igualar o encontro.

Chegada a hora de todas as decisões, Durasovic até foi o jogador que entrou melhor no terceiro set ao conseguir levar a melhor no serviço do português logo ao terceiro jogo e pouco depois agarrar o 3-1. Mas Cação voltou a insistir e, depois de segurar o serviço, anulou um 40-15 no serviço do norueguês e duas vantagens para fazer o break que lhe permitiu virar o encontro de forma definitiva.

A vitória de Tiago Cação foi carimbada ao cabo de 2h09 e permite-lhe alcançar a segunda ronda do Vale do Lobo Open, onde até pode encontrar um compatriota: para isso, é necessário que Gastão Elias — tal como ele, convidado da organização — ultrapasse o desafio de quarta-feira, frente a um qualifier.

Ainda para esta terça-feira está agendada a estreia de Nuno Borges. O tenista maiato, atual número 458 ATP, vai medir forças com o norte-americano Alexander Rischard, quarto favorito e 301.º classificado mundial.

Total
15
Shares
Total
15
Share