Jaume Munar: “Foi uma das minhas melhores prestações desde que recomeçou o circuito”

Beatriz Ruivo/Lisboa Belém Open

LISBOA — Primeiro cabeça de série da quarta edição do Lisboa Belém Open, Jaume Munar carimbou sem dificuldades de maior o acesso às meias-finais da prova. Após duas vitórias em dois sets, o espanhol voltou a vencer sem ceder qualquer partida face ao francês Alexandre Muller.

No final, o maiorquino estava bastante satisfeito. “Acho que joguei muito bom ténis, foi uma das melhores prestações não só deste torneio mas também desde o recomeço do circuito. Sinto-me bem fisicamente, mentalmente, estou a sentir bem a bola dos dois lados. Hoje fiz quase tudo bem e sinto-me feliz por seguir em frente e ter mais uma oportunidade de jogar amanhã”, sublinho em conferência de imprensa.

Na meia-final de amanhã terá como adversário o italiano Federico Gaio, que hoje triunfou no encontro mais longo do torneio. Munar sabe das suas chances mas não quer cantar de galo. “Vai ser duro amanhã, 50/50. Ele é bom jogador, experiente. Calculo que esteja cansado, isso deverá jogar a meu favor. Mas o mais importante é começar como comecei hoje e se me sentir bem, se for agressivo como contra o Muller, terei boas hipóteses. Estou preparado para mais uma batalha”.

Jaume Munar e Federico Gaio jogam amanhã a segunda meia-final. Para o mais jovem será um horário bem diferente do de hoje (esta sexta-feira disputou o último embate do dia) mas nada que o preocupe. “Não me faz grande diferença. Costumo acordar cedo, não terei mudanças nas minhas rotinas”.

Total
1
Shares
Total
1
Share