Padel também regressa na segunda-feira: Federação contente mas com uma sensação agridoce

Tal como os de ténis, os courts de padel também vão voltar a abrir portas na segunda-feira, 4 de maio, com algumas restrições. A notícia foi recebida com agrado pela Federação Portuguesa de Padel (FPP), mas a Resolução do Conselho de Ministros deixa os responsáveis federativos com algumas dúvidas e preocupações.

À Lusa, o presidente da FPP, Ricardo Oliveira, explicou falou de uma notícia agridoce: “a federação está contente com a decisão, mas muito preocupada pelos clubes em que não se vai poder jogar”.

Em causa está a medida que apenas permite a abertura dos espaços ao ar livre e que só abrange metade dos campos do país: “Há cerca de 600 campos de padel em Portugal e cerca de metade são outdoor. Em dias de chuva e nos dias seguintes, com os campos ainda molhados, não se pode jogar e a quebra de receita é enorme. Depois, há clubes que só têm campos indoor ou cobertos, que ainda por cima são os que fizeram um investimento maior, e são os mais prejudicados com esta decisão.”

Para já, a FPP diz que “todos os clubes com campos ao ar livre poderão abrir as suas instalações já na segunda-feira, dia 4 de maio”, e também adianta que “os atletas profissionais poderão fazer os seus treinos em qualquer campo de padel, seja ao ar livre, em coberto ou indoor, conforme determinado na referida resolução do conselho de ministros.”

E fica à espera da avaliação do Governo ao longo das próximas duas semanas na expectativa de que “no dia 18 [de maio] haja uma revisão e se possa jogar nos campos cobertos e, mais tarde, nos indoor.”

A lutar “para que se possa abrir o máximo número de clubes o mais rapidamente possível”, a Federação Portuguesa de Padel também prometeu a divulgação de um “documento final com as directrizes da abertura dos campos de padel” até ao final de sábado, 2 de maio.

Total
15
Shares
Total
15
Share