Federação Portuguesa de Ténis oficializa suspensão de provas até 31 de maio

Centralito FPT
Fernando Correia/FPT

Um dia depois de tornar público o Plano de Retoma de Atividades previsto para as próximas semanas, a Federação Portuguesa de Ténis (FPT) oficializou, esta terça-feira, o prolongamento da suspensão de todas as provas inscritas no calendário oficial até 31 de maio de 2020.

A extensão da suspensão já tinha sido referida no documento divulgado pela FPT, no qual se lê que só na fase 4 do plano de retoma de atividade, prevista para o mês de junho se a evolução da pandemia do coronavírus o permitir, serão retomadas as competições nacionais de ténis oficiais e não oficiais.

Esta quarta-feira será retomada a atividade dos atletas de alto rendimento; e numa segunda fase seguir-se-ão as medidas que vão permitir, ainda que com restrições, a retoma da atividade nos clubes.

Na comunicação oficial, a Direção da Federação Portuguesa de Ténis compromete-se a “continuar a trabalhar diariamente com as autoridades de tutela para que o reinício da atividade tenística efetuada de forma progressiva e com a máxima segurança.”

O primeiro anúncio relacionado com a suspensão de provas do calendário nacional foi feito no dia 13 de março e dizia respeito a todos os eventos marcados até ao fim daquele mês. Num segundo momento de comunicação, a 24 de março, a entidade prolongou essa suspensão até 29 de abril — e agora por mais um mês.

Última atualização às 15h54.

Total
3
Shares
Total
3
Share