Pella congela Caja Mágica e Argentina sai na frente do encontro com a Espanha

Kosmos Tennis

Repescada quando já pouco o fazia prever, a Argentina sabia que tinha de “dar o litro” para aproveitar ao máximo a oportunidade e assim o fez: no primeiro encontro da sessão noturna desta sexta-feira no Centre Court, Guido Pella congelou a Caja Mágica de Madrid ao derrotar Pablo Carreño-Busta. Agora, a anfitriã espanhola está obrigada a vencer os últimos dois duelos para poder chegar às meias-finais das Davis Cup Finals.

Encarregue da difícil mas quase obrigatória missão de conquistar o primeiro ponto, Guido Pella honrou o compromisso mesmo depois de perder um primeiro set muito equilibrado e ao fim de 2h49 foi recompensado: conseguiu mesmo dar a volta ao número 2 improvisado da Espanha para vencer por 6-7(3), 7-6(4) e 6-1.

O arranque da eliminatória entre Espanha e Argentina ficou marcado pela bonita homenagem que a equipa da casa fez a Roberto Bautista Agut após a entrada em campo — Nadal e Carreño-Busta deixaram entre si o espaço pertencente ao compatriota, que na jornada anterior teve de abandonar a equipa de emergência para estar junto do pai, que acabou por falecer horas mais tarde.

Classificada para os quartos de final como uma das duas melhores segundas classificadas, a equipa Argentina ganha folgo extra para o dificílimo embate entre Rafael Nadal e Diego Schwartzman, para o qual é o espanhol quem parte com maior pressão: afinal, uma derrota do número 1 do mundo significaria o afastar da equipa da casa…

Atualizado às 19h47.

Total
1
Shares
Total
1
Share