À terceira é de vez: Daniel Evans vence e apura Grã-Bretanha para as meias-finais

Kosmos Tennis

Daniel Evans desperdiçou uma vantagem preciosa contra a Holanda, voltou a fazê-lo contra o Cazaquistão e esta sexta-feira esteve perto de repetir a situação mas conseguiu reagir a tempo e confirmar a vitória mais folgada — ainda que sofrida — da Grã-Bretanha, que derrotou a Alemanha para chegar às meias-finais da nova Taça Davis.

O número 1 britânico (42.º ATP) saiu por cima de uma batalha repleta de emoção e drama frente a Jan-Lennard Struff (35.º) que de certo acelerou e muito os corações dos compatriotas: só ao fim de 2h22 e ultrapassada uma longa montanha russa conseguiu vencer por 7-6(6), 3-6 e 7-6(2).

Antes, já Kyle Edmund tinha somado a segunda vitória consecutiva para fazer “esquecer” nova ausência de Andy Murray, que se ressentiu muito do primeiro encontro (jogou quase três horas) e foi posto novamente a descansar pelo capitão Leon Smith.

Com três vitórias nos três confrontos disputados, a Grã-Bretanha chega às meias-finais da Taça Davis pela primeira vez desde 2016 (o ano que se seguiu à histórica conquista) e fica à espera do duelo mais aguardado do dia: o que Espanha e Argentina vão decidir no encontro de pares.

A passagem às meias-finais também garante o apuramento automático da Grã-Bretanha para a fase final da Taça Davis do próximo ano.

Atualizado às 20h58.

Total
1
Shares
Total
1
Share