Nadal volta à carga: “O problema é a ATP dar 2.000 pontos a Wimbledon e deixá-los fazer o que querem”

Fotografia: AELTC/David Gray

Dias depois de ter criticado a fórmula utilizada pelo All England Club, que considera os resultados mais recentes dos jogadores em relva para proceder a alterações na ordem dos cabeças de série, Rafael Nadal voltou à carga e disse que o problema está relacionado com a Associação dos Tenistas Profissionais (ATP).

“Respeito todas as situações, o problema está relacionado com a ATP. Não entendo como é que atribui 2.000 pontos ao campeão do torneio e deixa-os fazer o que querem. Não conseguimos ter nada a dizer e a partir do momento em que se atribuiu a pontuação máxima acho que se devia conseguir“, começou por dizer o campeão de 2008 e 2010, que jogou mais três finais no All England Club — em 2006, 2007 e 2011.

“Venho aqui para jogar ténis e o meu objetivo é sempre o mesmo, não me importo se sou o segundo ou terceiro cabeça de série mas obviamente que isso pode ter um impacto, tanto para mim como para os restantes. A temporada não é jogada só sobre a relva, todos os jogadores trabalham muito para ter resultados todas as semanas e depois podem chegar aqui e ter um quadro mais difícil por causa da fórmula“, acrescentou.

“Não é justo nem injusto, são as regras de Wimbledon e eu respeito a história do torneio e entendo que vejam o desporto de uma forma diferente e queiram fazer as suas próprias regras”, concluiu o atual número dois do mundo, que devido à fórmula utilizada pelo torneio britânico foi relegado ao estatuto de terceiro cabeça de série.

Total
9
Shares
Total
9
Share