Casper Ruud não tem dúvidas em relação a Kyrgios: “Devia ser suspenso por pelo menos meio ano”

Fotografia: Gaspar Ribeiro Lança/Raquetc

Caspar Ruud viveu um dia atípico em Roma, ao carimbar o acesso à terceira eliminatória do Internazionali BNL d’Italia devido à desqualificação de Nick Kyrgios, e no final da jornada foi bem claro em relação ao castigo de que o australiano deve ser alvo.

“Tenho a certeza de que não sou o único a pensar que ele devia ser suspenso por pelo menos meio ano”, disse o talentoso norueguês, vice-campeão do Braga Open em 2018 e entretanto finalista do torneio de Houston este ano, aos jornalistas presentes no Foro Itálico já depois do segundo encontro do dia, que acabou por perder para Juan Martin del Potro.

Entretanto, a Associação dos Tenistas Profissisionais (ATP) já fez saber que vai multar o australiano em 20.000 euros. De acordo com os regulamentos, Kyrgios vai perder os 45 pontos relativos à chegada à segunda eliminatória, bem, como os 33.635 euros de prize-money, e ainda terá de pagar os custos de alojamento.

Última atualização às 20h56.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."