João Domingues: “As primeiras rondas nunca são fáceis e por isso estou muito contente”

Fotografia: Margarida Moura/Federação Portuguesa de Ténis

BRAGA — Primeiro a entrada com o pé direito, depois a análise. João Domingues começou o Braga Open a ganhar e fez uma avaliação positiva ao primeiro encontro desde que brilhou no Millennium Estoril Open.

À conversa com o Raquetc, o jogador oliveirense destacou que “as primeiras rondas nunca são fáceis e por isso estou muito contente por ter ganho hoje. Depois dos bons resultados que fiz tenho de gerir bem o meu esforço e é óbvio que estou um bocadinho mais desgastado, mas também a sentir-me bem”.

A paragem no Braga Open não estava prevista, mas o bom momento que atravessa — antes dos quartos de final no Millennium Estoril Open já tinha sido vice-campeão no Challenger de Tunes — levou João Domingues a alterar o planeamento em conjunto com a equipa técnica.

Sobre o encontro contra Oriol Roca Batalla propriamente dito, o jogador português de 25 anos não escondeu que “senti algum nervosismo para fechar o encontro e quebrei mentalmente e fisicamente fui-me um bocadinho abaixo em intensidade, o que fez com que ele aproveitasse e voltasse ao encontro, mas estou contente com o encontro.”

A trabalhar em Braga desde domingo, João Domingues admite que “depois de tantas emoções na semana passada tive de realinhar o meu mindset” e prefere descartar favoritismos na luta pelo título: “Todos temos as nossas possibilidades de ganhar o torneio. Como disse no Estoril, o nível competitivo dos Challengers é muito elevado e quero estar ao meu melhor nível para conseguir melhores resultados e continuar a evoluir como jogador.”

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."