Depois de brilhar no Millennium Estoril Open, João Domingues entra com tudo no Braga Open

Fotografia: Margarida Moura/Federação Portuguesa de Ténis

BRAGA — Estreia feliz para João Domingues (185.º ATP) na segunda edição do Braga Open: uma semana depois de ter brilhado para chegar aos quartos de final do Millennium Estoril Open, o tenista oliveirense entrou com uma vitória autoritária no maior torneio do Norte do país.

A defender o estatuto de 13.º cabeça de série — que seria superior caso fosse considerado o ranking desta semana, em que subiu 29 posições —, o número três nacional atropelou Oriol Roca Batalla, por 6-2 e 6-4.

O duelo entre João Domingues e o espanhol (que é o número 347 ATP e entrou no quadro principal do torneio graças ao terceiro posto que ocupa na nova tabela da ITF) foi curto — estendeu-se por apenas 82 minutos — e viu o jogador de Oliveira de Azeméis quebrar por quatro vezes o serviço do adversário.

A vitória do jogador da casa nunca chegou a estar em discussão e Roca só conseguiu ganhar maior expressão quando se viu livre de qualquer pressão, conseguido uma quebra quando o português serviu pela primeira vez para fechar o encontro. À segunda, não falhou.

Concluída a primeira exibição, João Domingues aponta forças ao encontro com o brasileiro João Menezes (358.º ATP), que continua a brilhar em solo luso e esta quarta-feira afastou o terceiro cabeça de série, Mitchell Krueger, por 7-5 e 6-2.

Atualizado às 19h07.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."