Castelo Branco: Tiago Cação eliminado e Alexandre Ribeiro avança

Tiago Cação .6

Depois de no último domingo ter disputado a sua terceira final individual do ano (e da carreira) no Setúbal Open 2018, a transição de Tiago Cação (655.º) para o Internacionais de Ténis de Castelo Branco não foi a melhor e o jovem português ficou pelo caminho logo no encontro de estreia.

Atualmente “sentado” no melhor ranking da sua (ainda curta) carreira, o tenista natural de Peniche não foi capaz de confirmar na manhã desta quarta-feira o estatuto de sexto pré-designado da prova de 15.000 dólares que se realiza nos campos de piso rápido do Riba Clube/Zonameeting, ao ceder perante o qualifier britânico Mark Whitehouse (1326.º ATP) com os parciais de 6-3 e 6-4, em apenas uma hora e seis minutos de embate.

Cessada de forma precoce a campanha na variante de singulares, Cação despede-se assim de Castelo Branco (não está inscrito na vertente de pares) sem qualquer ponto para a hierarquia mundial e deverá agora descansar durante as próximas semanas antes de regressar à competição no Porto Open, entre os dias 23 e 29 de julho.

Alexandre Ribeiro levou a melhor em duelo 100% nacional

No único encontro da eliminatória inaugural a opor dois atletas lusos, por sinal ambos merecedores de um wild card por parte da organização, foi Alexandre Ribeiro a prevalecer. O jovem de 19 anos, número 1456 mundial, bateu Gonçalo Falcão (1248.º) por 6-3 e 6-3 para somar o seu segundo triunfo em quadros principais no presente ano (fê-lo primeiramente na Póvoa de Varzim, há duas semanas).

Avatar
Natural da Ilha do Pico, Açores. Estudante do 3.º ano do curso de Direito da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Amante e seguidor de ténis desde a adolescência.