Cláudia Gaspar e Leonor Oliveira desfalcam representação lusa em Óbidos

Cláudia--Gaspar

Não começou da forma desejada a participação portuguesa no quadro principal do torneio de Óbidos desta semana. Esta terça-feira, Cláudia Gaspar e Leonor Oliveira cederam nos respetivos compromissos e estão, por isso, arredadas da competição de singulares.

Contempladas com wild cards, as duas tenistas portuguesas foram eliminadas em cerca de uma hora de jogo: enquanto a jogadora de Leiria perdeu por 6-0 e 6-2 (60 minutos) no embate com a qualifier venezuelana Luniuska Delgado, de 16 anos, a tenista de Oeiras “caiu” com parciais de 6-1 e 6-1 frente à espanhola Nuria Parrizas-Diaz (424.ª), em 63 minutos.

Leonor Oliveira, que no próximo dia 4 de julho celebra o seu 16.º aniversário, vai voltar ao court esta tarde para disputar o embate da primeira ronda do quadro de pares, ao lado da sueca Linnea Malmqvist.

Para a jornada de amanhã (quarta-feira) estão marcados os duelos de Inês Murta, Francisca Jorge (proveniente da fase prévia), Maria Inês Koehler e Sara Lança.

O Óbidos Ladies Open realiza-se nos campos de relva sintética da Bom Sucesso Tennis Academy e tem um prize money de 25 mil dólares.

João Correia
Licenciado em Sociologia e Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação (ISCTE). Privilegiado por viver numa das melhores eras da história da modalidade.