Federer sedento de competição: “As últimas semanas foram um pouco aborrecidas”

Roger-Federer-S
Fotografia: Alex Grimm

Aos 36 anos, e detentor de um palmarés assombroso, Roger Federer está com fome de competição e de vitórias. O regresso aos courts do campeoníssimo suíço está marcado para as 14h00 (hora de Lisboa) desta quarta-feira, em Estugarda, faltando apenas neste momento definir quem será o seu anfitrião (Mischa Zverev ou Mikhail Youzhny).

“Estou desejoso de voltar ao circuito. As últimas semanas foram um pouco aborrecidas. Quero disputar encontros, não apenas treinar. Estou muito entusiasmado com o meu primeiro duelo”, destacou Federer, em declarações reproduzidas pelo site do ATP World Tour.

Em 2017 Federer não foi além do embate de estreia em Estugarda, perdendo para Tommy Haas. Por isso, o objetivo é fazer melhor este ano. “Vou dar o meu melhor para ir longe nesta edição. Veremos como correrá o meu primeiro encontro, pois não jogo há 3 meses”, salientou.

O número 2 do mundo, que pode voltar a ser número 1 se alcançar a final da prova, recordou estes meses de ausência do circuito. “Passei umas ótimas férias com a família e depois também sozinho. Estive na minha fundação, na Zâmbia, e diverti-me muito por lá. Espero que possamos continuar a oferecer uma melhor educação àquelas crianças. Também treinei durante este período de tempo e realizei algum trabalho no ginásio”.

Sobre um eventual regresso ao primeiro lugar da hierarquia, Federer admite que não será tão fácil como possa parecer à primeira vista. E explica porquê: “Nem sempre é fácil, especialmente jogando em relva. As trocas de bolas são mais curtas e alguns pontos definem-se em poucas pancadas. Foi assim há 2 anos contra Dominic Thiem e o ano passado perdi frente ao Tommy Haas depois de ter tido um match point“, alertou.

Contrato com a Nike já expirou, confirma Federer

Em conferência de imprensa realizada esta segunda-feira, Roger Federer confirmou que o seu contrato com a Nike acabou no passado mês de março, mas ressalvou que isso não quer dizer que vá deixar a prestigiada marca norte-americana. Rumores nas últimas horas têm dado conta que o suíço pode estar de malas aviadas para a Uniqlo.

João Correia
Licenciado em Sociologia e Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação (ISCTE). Privilegiado por viver numa das melhores eras da história da modalidade.