Campeã em título Jelena Ostapenko sai de cena na primeira ronda

Depois do desaire de Venus Williams, eis que mais uma top-10 mundial fica pelo caminho no encontro de estreia em Paris: Jelena Ostapenko, número cinco mundial e campeã em título de Roland Garros, acaba de ser eliminada na eliminatória inaugural da edição deste ano.

A jovem letã de apenas 20 anos, que há pouco menos de um ano fez furor em todo o mundo ao alinhar uma campanha de sonho para conquistar o seu primeiro troféu WTA logo num evento do Grand Slam, não conseguiu replicar esse tipo de ténis que já lhe trouxe muitas alegrias num curto espaço de tempo e viu assim a sua tentativa de bicampeonato desaparecer às mãos da ucraniana Kateryna Kozlova (66.ª) através dos parciais de 7-5 e 6-3.

Apesar de ter manifestado, como é habitual, o seu espírito combativo, a verdade é que a exibição de Ostapenko foi pautada pela intermitência: a (alguns) bons pontos seguiram-se outros, muitos outros, “manchados” pela inconsistência do seu nível de jogo e tal impediu a mais cotada das duas protagonistas de poder entrar com o pé direito em Paris.

Porém, e como ninguém joga sozinho, mérito tem de ser dado a Kozlova, que partiu para o jogo com a estratégia correta e a verdade é que a executou praticamente na perfeição, daí ter dado frutos. Sempre a procurar movimentar a sua oponente para a tirar da sua zona de conforto, Kateryna Kozlova “incomodou” Jelena Ostapenko com êxito e acabou por ver esse plano de jogo coroado com um triunfo que terá de ser considerado o maior da sua carreira.

Para Ostapenko, as más notícias não ficam pela surpreendente derrota: cessada a sua curta participação nesta 122.ª edição do Grand Slam francês, a atleta natural de Riga já sabe que irá abandonar o top-10 mundial dentro de cerca de uma semana por força desta sua passagem sem sucesso pela capital francesa. Quanto a Kozlova, avança pela primeira vez para a segunda fase do torneio gaulês, onde terá pela frente ou Katerina Siniakova (57.ª) ou Victoria Azarenka (82.ª).

Também no lado da derrota estiveram Johanna Konta e Francesca Schiavone (265.ª): a britânica, 22.ª pré-designada, sucumbiu contra a cazaque Yulia Putintseva (93.ª) por 6-4 e 6-3, ao passo que a veterana transalpina de 37 anos de idade, campeã do Major parisiense em 2010 e vinda do qualifying este ano, perdeu frente à eslovaca Viktoria Kuzmova (84.ª) em dois tiebreaks (ambos resolvidos com o resultado de 7-2).

Total
1
Shares

Leave a Reply

Total
1
Share