Agora vai: João Monteiro soma primeira vitória em quadros principais de torneios Challenger

João Monteiro 2018-

Já tinha deixado muito boa imagem na semana passada, no duelo extremamente equilibrado frente a Taro Daniel no Lisboa Belém Open, e esta quarta-feira, depois de muita chuva e de um longo período de espera, João Monteiro (268.º) conseguiu finalmente somar a primeira vitória da carreira em quadros principais de torneios Challenger.

Em Mestre, um evento italiano cuja galeria de campeões apresenta dois tenistas portugueses, o jogador natural do Porto protagonizou um grande triunfo no embate com Mario Vilella Martínez (262.º), que no passado sábado perdera a final do Challenger de Samarcanda, batendo o espanhol com parciais de 7-5, 6-7(13) e 6-1, depois de até ter tido quatro match points no tie break.

Esta é a sexta vez que João Monteiro está a disputar a principal grelha de participantes de um evento do segundo escalão do circuito mundial, sabendo desde já que na segunda ronda contará com a oposição do sexto cabeça de série, o norte-americano Mitchell Krueger (253.º).

Krueger, de 24 anos, também jogou a 2.ª edição do Lisboa Belém Open (não foi além da segunda eliminatória) e como 99,9% dos seus compatriotas tem no piso rápido a sua superfície preferida. Este ano, a sua melhor vitória aconteceu frente a Benoit Paire, em março, naquele que diz ser o seu torneio preferido (Indian Wells).

Este evento italiano tem um prémio monetário total de €43,000 e realiza-se em terra batida. João Domingues venceu a edição de 2017 e Gastão Elias a de 2016.

Total
3
Shares

Leave a Reply

Total
3
Share