Kiki Bertens. Como se não bastasse derrotar Wozniacki e Sharapova

Kiki Bertens-Madrid.

Kiki Bertens (20.ª) é uma especialista a jogar sobre terra batida, como de resto comprovam os cinco títulos WTA que já conquistou em seis finais disputadas, além da presença nas meias-finais da edição de 2016 de Roland Garros.

Portanto, disputar torneios nesta superfície não tem qualquer segredo para esta holandesa de 26 anos, que na jornada desta sexta-feira do WTA Premier Mandatory de Madrid voltou a submeter a sua candidatura ao título de campeã.

Os resultados (e as exibições falam por si): depois de já ter eliminado, entre outras, Caroline Wozniacki e Maria Sharapova, Bertens protagonizou hoje mais uma grande vitória, ao afastar sem apelo nem agravo a francesa Caroline Garcia (7.ª) por 6-2 e 6-2 em apenas 67 minutos, rumo à final mais importante da carreira.

Mas as boas notícias não acabam aqui. É que este triunfo permite a Kiki Bertens, que no passado mês de abril venceu o torneio norte-americano de Charleston (em terra batida, claro está), entrar no top 15 mundial pela primeira vez na carreira na próxima segunda-feira, dia 14.

A segunda finalista da prova será, inevitavelmente, uma jogadora checa, faltando apenas saber se Karolina Pliskova (6.ª) ou Petra Kvitova (10.ª) — duas tenistas igualmente em grande forma, o que em teoria assegura desde já uma final imperdível.

Total
2
Shares

Leave a Reply

Total
2
Share