Torneio de Faro: ponto de situação

chuva
Mau tempo tem fustigado o Algarve nos últimos dias

A intempérie que tem assolado o sul do país pode levar a que a 27.ª edição do Faro Future não chegue a bom porto, ou seja fique órfã do seu campeão.

Numa altura em que ainda falta disputar-se um encontro da primeira ronda, a organização do torneio espera terminar a prova até segunda-feira, dia 5, tal como informou ao RAQUETC José Rosa Nunes, do Centro de Ténis de Faro (CTF), esta sexta-feira. Caso as condições meteorológicas não melhorem consideravelmente, “o torneio encerra na ronda em que ficou”.

Da jornada de hoje, como já noticiado aqui, destacam-se as derrotas de Fred Gil e de Martim Prata. Francisco Cabral espera poder realizar amanhã o seu duelo alusivo à ronda inaugural, enquanto Luís Faria tem previsto disputar o jogo de acesso aos quartos de final. Entretanto, a competição de pares já foi cancelada.

Na quarta-feira, JRNunes rejeitou a possibilidade de transferir os encontros para courts cobertos.

Recorde-se que para a próxima semana está agendado o Future de Loulé, cujos embates da fase de qualificação devem começar já este sábado.

Previsões não são animadoras

Em declarações à Lusa, Maria João Frada, meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), afirmou que o território português vai continuar a ser alvo de chuva e vento forte durante os próximos dias. “(…) o núcleo depressionário que está no Atlântico vai permanecer pelo menos até dia 5, havendo probabilidade de que até dia 9 ou 10 haja ainda continuação de um cenário depressionário”.

Imagem recolhida do website do IPMA às 20h55

Atualizado às 10h56 de terça-feira, dia 6.

João Correia
Licenciado em Sociologia e Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação (ISCTE). Privilegiado por viver numa das melhores eras da história da modalidade.