Roger Federer voltou a fazer o que quis de Richard Gasquet para regressar aos oitavos de final

Roger Federer
Aos 36 anos, o tenista helvético está pela 16.ª vez nos "oitavos" do Happy Slam / Fotografia: Tennis Australia

Há, no frente-a-frente entre Roger Federer e Richard Gasquet, um fio condutor. E como nos diz o historial, esse fio condutor (muito) raramente é quebrado. Pois bem, o encontro deste sábado voltou a não ser exceção e o suíço carimbou, com relativa tranquilidade, o apuramento para os oitavos de final do Australian Open.

Dizem os números que o derradeiro duelo da sessão noturna deste sábado era o 19.º entre o helvético e o gaulês. Unidos por mais do que a língua francesa, os dois dão, muitas vezes, espetáculo com as respetivas esquerdas a uma mão. Mais do que isso, envolvem-se em longas trocas de bolas e que muitas vezes dão origem a standing ovations. Mas na hora de decisões, é quase sempre Federer quem fala mais alto.

Sobretudo em encontros à melhor de cinco sets, onde o faz com ainda maior expressão. Assim tinham terminado os quatro encontros disputados entre ambos em torneios do Grand Slam (3) e Taça Davis (1): 6-3, 6-3, 6-1, 6-4, 6-2, 6-2, 7-5, 6-3, 6-4, 6-3, 6-2 e 6-2.

E assim foi, uma e outra vez, até chegar aos parciais de 6-2, 7-5 e 6-4. O duelo foi equilibrado qb, viu quer Federer, quer Gasquet exibirem o seu leque de pancadas elegantes e assertivas com relativa frequência e não terá desiludido quem queria ver “ténis bonito”, mas foi mais um em que o suíço de 36 anos nunca teve a liderança em risco.

Corridos que estavam 115 minutos de encontro, o campeão em título pôde então celebrar mais uma vitória — a terceira sem ceder qualquer set –, que o coloca pela 16.ª vez nos oitavos de final do Australian Open.

Como próximo adversário, o número 2 mundial terá o húngaro Marton Fucsovics. O número 85 do mundo está a aproveitar da melhor forma possível uma secção do quadro bastante aberta e esta madrugada levou a melhor sobre o argentino Nicolas Kicker (96.º) por 6-3, 6-3 e 6-2, para somar a sua terceira vitória em torneios do Grand Slam — estreou-se a fazê-lo esta semana.

O quadro masculino do Australian Open pode ser consultado aqui.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."